Confira as atividades que contribuem para a estimulação cognitiva

estimulação cognitiva
7 minutos para ler

Quando falamos em qualidade de vida, a primeira coisa que vem à mente da maioria das pessoas é a saúde física. Entretanto, estudos comprovam que a saúde mental e a estimulação cognitiva também são fundamentais para a promoção do bem-estar. Entre inúmeros benefícios, manter o cérebro ativo contribui para o aprimoramento da atenção e da memória, melhora as interações sociais e é essencial para retardar ou mesmo evitar o aparecimento do Alzheimer, além de ajudar a superar lesões cognitivas causadas por males preexistentes.

A vida do idoso não precisa (e não deve!) ser marcada pelo tédio e pela mesmice. Pelo contrário: ao manter-se física e mentalmente ativo, garante uma longevidade mais saudável e plena em todos os aspectos.

Agora que você já sabe que exercitar a mente é tão importante quanto exercitar o corpo, continue com a gente até o final deste artigo e conheça 6 atividades capazes de promover a estimulação cognitiva!

Tenha o hábito da leitura

Sabemos que a leitura é uma prática positiva em qualquer fase da vida, porém na maturidade, esse hábito vem atrelado a ainda mais benefícios. Ao lermos, exercitamos a chamada reserva cognitiva, isto é, a capacidade do cérebro de resistir a lesões, adaptar-se à alterações e armazenar conhecimentos e habilidades por períodos prolongados.

Escolha o gênero de que mais gosta sem se preocupar com preconceitos literários ou com a ideia de que não é adequado à sua faixa etária. Pode ser romance, policial, obras de não ficção (como biografias e reportagens) ou mesmo livros de aventura e infantojuvenis, se é isso que lhe agrada. Mergulhe na história e divirta-se!

Ao criar o hábito da leitura, você ainda pode participar de um clube do livro, reunindo-se periodicamente com amigos para conversar a respeito de uma obra que todos estejam lendo. Assim, a estimulação cognitiva será beneficiada também pela socialização.

Envolva-se com a musicoterapia

A música está presente na vida do ser humano desde os períodos mais remotos da história e sua influência positiva sobre o bem-estar é cientificamente comprovada.

No que diz respeito à musicoterapia, os benefícios são inúmeros. Essa atividade ajuda a reduzir a ansiedade e o estresse, combate a depressão, auxilia no tratamento do Parkinson e do Alzheimer, melhora as habilidades sociais e de comunicação, aprimora coordenação motora e muito mais!

O melhor de tudo é que você nem precisa saber tocar qualquer instrumento para se envolver com essa prática: as sessões de musicoterapia são destinadas a praticantes de todos os níveis. Ao cantar e tocar, você expressa suas emoções, movimenta o corpo e garante a estimulação cognitiva ao mesmo tempo em que seu cérebro é envolvido por hormônios da felicidade.

Produza algum tipo de arte ou artesanato

É difícil encontrar alguém que não goste de objetos de artesanato, não é mesmo? Agora, imagine como seria incrível se você passasse a produzir suas próprias artes!

Atividades artísticas são uma deliciosa forma de manter as mãos e o cérebro ativos, estimular a cognição e, ainda por cima, produzir lindas peças que você pode usar, vender ou dar de presente a pessoas queridas.

Se tiver aptidão para o tricô e o crochê, você pode fazer suéteres, gorros, sapatinhos de bebê e até mesmo os fofos amigurumis (bonequinhos ou bichinhos que encantam crianças e adultos). Caso prefira a pintura, pode dar asas à sua imaginação e pintar lindas telas. Com a cerâmica, você é capaz de produzir jarros, potes ou esculturas. A confecção de bijuterias, a produção de sabonetes artesanais e até mesmo a marcenaria são ótimas formas de expressar todo o seu talento.

A verdade é que, quando falamos de arte e artesanato, existe uma infinidade de opções para todos os gostos e estilos. Se você ainda não descobriu qual é o seu forte, experimente explorar diversas técnicas durante sessões de arteterapia. Você vai se surpreender com o bem-estar que isso é capaz de trazer!

Aprenda algo novo

Quando nos desafiamos a aprender alguma coisa nova, nosso cérebro é submetido a uma enorme estimulação cognitiva, desenvolvendo novos caminhos neurais. Frente a isso, eleja uma atividade de seu interesse e dedique-se a ficar cada vez melhor nela.

Você pode matricular-se em um curso de informática e aprender a mexer no computador, tablet ou smartphone, de modo a poder se comunicar facilmente com familiares e amigos que moram longe, por exemplo. Outra ótima opção é aprender um novo idioma, pois, além de criar novas sinapses entre os neurônios, você ainda pode usar suas habilidades em uma viagem futura.

Desde artesanato, dança e confeitaria, passando por cursos de fotografia e até mesmo aulas de teatro, existe um mundo de opções! O importante é escolher algo que você ainda não domina e que seja mentalmente estimulante. Não tenha vergonha de começar algo do zero! Ninguém nasce sabendo e todos nós, em algum momento da vida, fomos iniciantes nas coisas que fazemos bem hoje.

Divirta-se com jogos e passatempos

Diferentes tipos de jogos e passatempos podem estimular a cognição. Parece bom demais para ser verdade? Mas acredite, isso é real!

Partidas de dominó ou carteado com os amigos são ótimas opções. Além dos passatempos, como palavras-cruzadas e sudoku, também ativam a memória e as conexões neurais. Enquanto se diverte, você exercita seu cérebro sem nem perceber.

Pratique atividades físicas

Como dissemos no início deste artigo, a qualidade de vida não se limita a atividades físicas e depende também da atividade mental. Mas você sabia que os exercícios contribuem com a estimulação cognitiva?

A prática de atividades físicas promove uma melhora na circulação sanguínea e no transporte de oxigênio para o cérebro. Assim, ao se exercitar, você aumenta a síntese de neurotransmissores, o que beneficia funções mentais, melhorando a atenção e a memória, além de produzir hormônios do bem-estar, que são benéficos para o corpo e a mente.

Assim, manter-se fisicamente ativo é essencial para todos, especialmente para quem está em fase de reabilitação de alguma lesão cerebral, por exemplo. Com os devidos ajustes para se adequar às capacidades de cada pessoa, existem exercícios para todos, desde que orientados por um profissional qualificado.

Agora que você já sabe como manter a mente trabalhando para aumentar a cognição, basta colocar isso em prática! O Cynthia Charone, referência no atendimento a idosos no Brasil, orgulha-se em contar com profissionais especializados em diversas áreas e disponibilizar inúmeras atividades voltadas à estimulação cognitiva, beneficiando corpo e mente, como fisioterapia, musicoterapia, educação física, terapia ocupacional, entre outras.

Temos um enorme prazer em atender e ajudar quem chega até nós a encontrar uma combinação de atividades personalizada. Ficou com vontade de saber mais? Então, entre em contato conosco!

Você também pode gostar
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support