Cuidar de si mesmo é prioridade: 7 dicas para colocar isso em prática!

6 minutos para ler

Muitas vezes, somos aquela pessoa que cuida de quem está ao nosso redor. Pais, filhos, animais de estimação, amigos e parentes. E não há nada de errado nisso, apenas demonstra uma grande capacidade de empatia e, claro, muito amor no coração.

No entanto, esse também pode ser um fardo, especialmente quando você deixa de cuidar de si mesmo para se dedicar exclusivamente às necessidades de outras pessoas. É preciso ter em mente que suas demandas, seus sonhos e seus desejos também importam muito!

Por isso, que tal começar a praticar o autocuidado? Essa deve ser uma prioridade e ajudará você, inclusive, na hora de cuidar de quem ama. Afinal, uma pessoa feliz e realizada tem muito mais energia para tudo o que se propõe fazer. Vamos saber mais sobre esse assunto?

Quais são os riscos de não cuidar de si mesmo?

Antes de falarmos sobre as maneiras de melhorar os seus cuidados pessoais, que tal abordarmos as possíveis consequências negativas da autonegligência? Confira a seguir!

Altos níveis de estresse

Tentar abraçar o mundo é algo extremamente desgastante. Por isso, quando você toma a responsabilidade por muitas tarefas, uma das consequências envolve os elevados níveis de estresse. Se essa condição não for tratada, pode comprometer o sistema imunológico, o metabolismo, o coração e o bem-estar geral.

Sobrecarga emocional

Além do estresse alto, o fato de não cuidar de si mesmo tende a provocar uma altíssima sobrecarga emocional. Esse estado pode levar a problemas tanto físicos quanto mentais, como dores de cabeça, tensão muscular, insônia ou sonolência excessiva, depressão e ansiedade.

Desenvolvimento de problemas de saúde

Outros problemas que podem ser desenvolvidos por ausência de cuidado são: obesidade, alterações hormonais, quedas de imunidade, problemas de postura, anemia, deficiências nutricionais, questões bucais e muito mais. Praticamente todo o corpo pode ser atingido pela negligência.

Cansaço crônico

Problemas de saúde, quando não são tratados, geram cansaço e falta de energia. A pessoa sente uma fadiga tão intensa que não apresenta uma melhora mesmo após horas de repouso. Isso pode ser gerado por causa físicas ou emocionais. É muito importante ficar de olho!

Dificuldade em se conhecer

Passar tanto tempo imerso nos problemas de outras pessoas pode fazer com que a negligência pessoal seja tanta que você não saiba nem ao menos quem é. Como conquistar coisas se não se sabe o que deseja e o que pode deixá-lo feliz?

Autoestima baixa

Tudo isso culmina em um problema muito grave: a baixa autoestima. Você acaba se jogando para escanteio ao priorizar outras pessoas e sentindo que não é alguém tão valioso assim (o que é uma mentira, não é mesmo?).

Como cuidar melhor de si mesmo?

Agora, chegou a hora de descobrir o que fazer para otimizar os seus cuidados com você mesmo. Vamos lá?

1. Reserve momentos para ficar só

O primeiro passo para cuidar de si mesmo é identificar momentos em que possa ficar sozinho. Eles podem ser preenchidos com absolutamente qualquer atividade, desde lavar a louça enquanto ouve as suas músicas prediletas até assistir ao seu programa de televisão favorito sem ninguém por perto.

Momentos como esses são essenciais para que possamos nos sentir felizes em nossa própria companhia e, claro, tenhamos a oportunidade de nos conhecer melhor.

2. Desenvolva conexões sociais

Depois de ficar sozinho, é hora de ficar com pessoas que te fazem feliz! O isolamento total nunca é o caminho para a felicidade e não tem nenhuma relação com o autocuidado.

A palavra-chave sempre é equilíbrio. Ficar sozinho é muito bom e importante, mas interagir socialmente também faz parte dos detalhes que nos deixam felizes. Dose bem as duas áreas da sua vida.

3. Faça atividades físicas regularmente

A prática regular de atividades físicas faz um bem danado para a saúde, prevenindo o surgimento de doenças variadas (principalmente as que têm relação com hormônios, com a circulação e com o coração).

Mas isso não é tudo. Mexer o corpo também é ótimo para o humor, já que são liberadas substâncias que trazem a sensação de bem-estar e felicidade. Assim, você se sente mais tranquilo, dorme melhor e tem uma qualidade de vida otimizada.

4. Pratique hobbies que ofereçam satisfação

A prática de hobbies nunca deve ser vista como uma perda de tempo, mas sim como um investimento para a sua saúde mental.

Escolha uma (ou mais) atividades que tragam prazer para o seu dia a dia e invista o seu tempo nelas. Aqui, tudo é válido: leitura, pintura, dança, jardinagem… escolha o que mais combina com a sua personalidade e mande ver!

5. Melhore seus hábitos alimentares

Uma boa alimentação é outro detalhe que não pode passar despercebido quando o assunto é cuidar de si mesmo. Invista em pratos coloridos e refeições diversificadas, sempre respeitando as recomendações do seu médico de confiança para elaborar uma dieta saudável.

E não se esqueça: equilíbrio. Nada de se privar demais ou exagerar no consumo de certas coisas, ok? Pegue leve com você!

6. Cuide da sua saúde mental

A saúde mental também é essencial para quem quer cuidar de si mesmo. É preciso ter uma mente sã para ter um corpo são e, assim, dispor da energia necessária para cuidar de outros afazeres.

Se possível, faça terapia. Há muitos serviços públicos que oferecem sessões para a população, além do acompanhamento com equipes multidisciplinares, caso prefira um atendimento personalizado e direcionado às suas necessidades.

7. Faça check ups periódicos

Por fim, não deixe de visitar o médico com certa frequência e de fazer a boa e velha bateria de exames de rotina. Eles são fundamentais para identificar qualquer alteração logo no comecinho, permitindo que o tratamento seja mais simples e que a cura chegue mais rápido. Tenha por você o mesmo carinho que tem pelos outros!

Como vimos, cuidar de si mesmo não é algo assim tão difícil. E podemos dizer mais: essa é uma atitude absolutamente necessária e que levará você a se dedicar ainda mais a quem ama, mas com felicidade e muita qualidade de vida. Não se deixe de lado, tá bom?

E então, conhece alguma outra dica que pode ser bacana para pessoas que não conseguem se dedicar o bastante a si mesmas? Compartilhe com a gente nos comentários logo abaixo!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support